top of page

Marketing jurídico: não existe milagre. Existe especialização, planejamento e estratégia

Atualizado: 27 de fev.




*Fernanda Quintanilha Pinheiro

Quando bem executado, é um importante aliado na atração de novos clientes e na fidelização dos já existentes, resultando em um aumento significativo no faturamento dos escritórios.


Atualmente, é comum vermos uma quantidade cada vez maior de propagandas e profissionais que se dizem especialistas em marketing jurídico prometendo captação de clientes e resultados financeiros rápidos.


No entanto, considerando basicamente que confiança, credibilidade e experiência são alguns dos principais fatores que influenciam na escolha de um advogado ou escritório de advocacia, tais promessas caem por terra.


A construção da autoridade dos advogados em suas áreas de atuação e da reputação da marca dos escritórios por meio da comunicação é um processo estratégico e planejado, que demanda uma análise minuciosa do negócio do escritório de advocacia e do mercado no qual ele está inserido.


Conhecer profundamente o perfil dos diversos públicos-alvo, definir posicionamento, mercados de atuação, definir ou criar diferenciais competitivos, construir mensagens-chaves a serem transmitidas para cada público e objetivos de negócio de curto, médio e longo prazos, definir as ferramentas de comunicação adequadas e conteúdos assertivos com estratégia de linguagem direcionadas. Tudo isso e muito mais envolve a captação de clientes por meio do marketing jurídico, tendo a comunicação como uma das ferramentas primordiais a ser trabalhada de forma paralela e integrada a diversas outras ações de marketing.


É fundamental entender ainda que o mercado jurídico é muito diferente de outros mercados. Além de ser altamente regulado, requer conhecimento especializado: entender como funciona o do dia a dia dos advogados; acompanhar julgamentos nos tribunais regionais e tribunais superiores; ter uma compreensão rápida de decisões jurídicas para traduzir, de forma ágil e clara, em conteúdo relevante para o mercado, públicos-alvo, e para os canais de comunicação; monitorar a cobertura de julgamentos importantes; atuar de forma especializada não apenas no segmento jurídico em si, mas compreender as nuances jurídicas que impactam os negócios em diversos segmentos de mercado; ter uma visão estratégicas dos impactos da comunicação nos processos judiciais em andamento; dentre outros.


Sem falar que quando planejamos a comunicação de um escritório de advocacia, trabalhamos, na maioria das vezes, com diversas especialidade do Direito - trabalhista, tributário, civil, público, minerário, ambiental, financeiro, penal, etc. - e cada uma delas também tem suas especificidades e necessidades diferentes de conhecimento e acompanhamento do mercado.


Além de contar com toda a expertise mencionada acima, um dos principais benefícios de se contratar agências com profissionais especializados no judiciário é contar com uma atuação proativa e assertiva, otimizando o tempo dos advogados e também dos profissionais internos de comunicação dos escritórios. Há ainda a possibilidade de se trabalhar de forma integrada as diversas ferramentas de comunicação, como assessoria de imprensa e gestão de mídias digitais. Essa integração permite que as estratégias de comunicação sejam mais eficientes, garantindo a construção de uma imagem sólida e coerente para os advogados e escritórios.


Outro aspecto importante é a capacidade de se adaptar às mudanças do mercado. O marketing jurídico é uma área em constante evolução, e é fundamental que os profissionais estejam sempre atualizados e capacitados para lidar com novas tendências e tecnologias. Isso só é possível com uma equipe especializada e dedicada a acompanhar as mudanças e inovações do mercado.


Por fim, é claro que o marketing jurídico não se trata apenas de uma questão de imagem, mas também de resultados financeiros. Quando bem executado, é um importante aliado na atração de novos clientes e na fidelização dos já existentes, resultando em um aumento significativo no faturamento dos escritórios.



11 visualizações0 comentário

Commentaires


bottom of page